sexta-feira, 11 de março de 2011

Editorial Março 2011

Com o rito das Cinzas, iniciamos o mês de Março, o tempo sagrado da QUARESMA.

- A Oração nos leva a uma EXPERIÊNCIA pessoal com Deus.

- O Jejum nos leva a um gesto concreto de conversão: privar-se de algo para uma liberdade interior maior.

- A Esmola nos leva a nos doar aos irmãos, no serviço fraterno, em gesto de solidariedade

A Bíblia usa com freqüência o período de 40 dias (ou 40 anos) para indicar períodos especiais, que criam um clima adequado para algo que vai acontecer.

- Quaresma é para nós um tempo forte de conversão e renovação em preparação à PÁSCOA.

A cor litúrgica deste tempo é o roxo, que significa luto e penitência.

Nesse espírito, a Igreja no Brasil nos propõe todos os anos na Quaresma a CAMPANHA DA FRATERNIDADE, apontando um ponto de fraternidade que merece uma atenção especial. Diante da situação preocupante do meio ambiente, a Igreja nos propõe o tema: Fraternidade e a vida no planeta. Com o lema "A criação geme em dores de parto" (Rm 8,22), a Campanha denuncia a realidade que criamos e as conseqüências vindas dela. No dia 19 de março comemoramos o dia de São José. Sabemos que José foi um homem de fé, obediente e temia a Deus. Ele seguiu ao pedido de Deus para cuidar de Maria e do Menino Jesus e ao ir a Jerusalém para Jesus ser circuncidado e Maria purificada após o nascimento de Jesus.

O cristão deve intensificar a prática dos princípios essenciais de sua fé com o objetivo de ser uma pessoa melhor e proporcionar o bem para os demais. Essencialmente, o período é um retiro espiritual voltado à reflexão, onde os cristãos se recolhem em oração e penitência para preparar o espírito para a acolhida do Cristo Vivo, Ressuscitado no Domingo de Páscoa. Assim, retomando questões espirituais, assim meu irmão que possamos viver com todo amor e paz, Boa Quaresma a todos!!

Pe. José Ricardo Lucas de Lima
Pároco - Paróquia Santa Terezinha.

Celebrações da Quarta Feira de Cinzas

Três celebrações marcaram a Quarta-Feira de Cinzas na Paróquia Santa Terezinha. Pela manhã, o pároco José Ricardo Lucas de Lima celebrou a Santa Missa na Igreja de São Francisco, e a noite na Matriz de Santa Terezinha. Já o padre Ivan celebrou na Igreja de Nossa Senhora do Rosário.

A Quarta-feira de Cinzas leva-nos a visualizar a Quaresma, exatamente para que busquemos a conversão, busquemos o Senhor. A liturgia do tempo quaresmal mostra-nos a esmola, a oração e o jejum como o princípios da Quaresma. É um tempo de muita conversão, de muita oração, de arrependimento, um tempo de voltarmos para Deus.

A Quarta-Feira de Cinzas é o primeiro dia da Quaresma no calendário cristão ocidental.

As cinzas que os cristãos católicos recebem neste dia é um símbolo para reflexão sobre o dever da conversão, da mudança de vida, recordando a passageira, transitória, e efêmera fragilidade da vida humana, sujeita à morte.

Ocorre quarenta dias antes da Páscoa sem contar os domingos (que são incluídos na Quaresma); ela ocorre quarenta e seis dias antes da Sexta-Feira Santa contando os domingos.

Seu posicionamento varia a cada ano, dependendo da data da Páscoa, podendo variar do começo de fevereiro até a segunda quinzena de março.

No catolicismo Romano é um dia de jejum e abstinência.

Pascom - Santa Terezinha

Entre na Galeria de Fotos:

Rebanhão 2011

Aconteceu nos dias de 05 a 08 de março de 2011, o XIX Rebanhão, no Poliesportivo e no Salão de Festa do Catiguá, com o Tema “Animado pela tua Palavra, Lançamos as Redes”. (Lc 5,5)”.

Rebanhão é tradicionalmente conhecido como carnaval com Cristo. Este ano tivemos uma bela participação das quatro paróquias da nossa cidade, para a realização do mesmo, são elas: Santa Terezinha, São José, São Damião de Molokai e Nossa Senhora do Patrocínio. Ambas foram essenciais no Rebanhão, nos proporcionaram muitas risadas com suas peças teatrais e com suas danças, e também momentos de grandes reflexões, louvores, orações e adorações nas suas pregações e nas participações das missas.

O Rebanhão deste ano teve quatro coordenadores, um de cada paróquia. Com a Graça de Deus conseguiram nos mostrar a importância de Arrebanhar com Cristo, louvando e adorando a Deus.

Sabemos que um evento deste, só acontece com a doação e participação de muitos anônimos que com seu trabalho e humildade, servem a Jesus e ao próximo, na pessoa de cada um que esteve lá participando e se entregando ao Carnaval Santo de nosso Deus.

Pascom - Santa Terezinha

Entre na Galeria de Fotos:

Cantinho do Coração de Jesus

Olhai os Pássaros dos Céus... Olhai os Lírios do Campo...

Mesmo que todos nós já tenhamos ouvido, desde criança, estas duas máximas do Sermão de Jesus, na Montanha, hoje precisamos refletir com uma nova visão, de mente aberta e de coração escancarado e livre.

Os pássaros, os lírios e nós vivemos num mesmo mundo, aproveitamos as mesmas belezas que Nosso Senhor criou para nós.

Os pássaros não tem celeiros, reservatórios, geladeiras, caixas térmicas; não guardam comida de espécie alguma para amanhã. Não roubam, não matam e penso que nem brigam por comida, já que gastam a maior parte do seu tempo, a cantar alegremente.

Os lírios não têm armários, closet especiais, não tem ninguém que lhes sirva com “alta costura”, nunca correm atrás de “promoções”, amontoando para si até aquilo de que nem vão precisar...

Mas sabemos que algo especial os pássaros e os lírios têm em comum: amor e respeito ao seu Criador; zelo e cuidado com o lugar onde vivem. Mesmo sem acumular todos os dias, os pássaros comem, cantam, são felizes e nos fazem felizes. Os lírios são esplêndidos, enfeitam a natureza e, de alguma forma, louvam a Deus, e alegram a terra e todos nós com a sua beleza.

Ao iniciarmos mais uma Quaresma, período próprio e convidativo à nossa conversão, deixemo-nos levar pelo exemplo forte dos pássaros e dos lírios.

Saibamos buscar o nosso necessário, sem exageros, sem desperdício, sem acúmulos, sem desrespeito à nossa mãe Natureza e ao nosso Pai criador de tudo que temos.

Saibamos lidar melhor com as pessoas e também com as coisas que temos. Deixemos de ser apegados demais a esta ou aquela pessoa, a um livro, a um carro ou a um objeto qualquer que nos pertença. Qualquer tipo de apego só vai nos fazer mal. Esta é a grande verdade: não levamos nada após a morte, nem livros, nenhum objeto sequer que amávamos tanto em vida, nenhuma posse que guardamos tanto e nem mesmo pessoas e amores que tivemos.

É este o tempo mais indicado para revermos nossas vidas. Para darmos preferência e prioridade para as coisas do Reino de Deus; para valorizarmos e sabermos usar o que temos; para não desperdiçarmos nada e não maltratarmos sequer um palmo de nossa mãe Natureza; para praticarmos a partilha verdadeira, sabendo repartir de tudo com todos que necessitam.

Afinal, nós não valemos mais que os pássaros e os lírios? ...

Nosso Deus não sabe de tudo que precisamos? ...

A cada dia não bastam seus próprios problemas? ...

Que tenhamos fome e sede de colocar Deus em primeiro lugar, de saber viver todos os dias, como se não houvesse amanhã, de chegar no Céu, alegres e felizes por termos sabido viver nosso tempo aqui na terra.

Um abraço amigo!

Maria José da Silva Alfredo.

Quaresma

A Quaresma é, no Ano Litúrgico, o tempo preparatório da Páscoa, a grande celebração do mistério da Salvação pela morte e ressurreição de Jesus Cristo. Vai da Quarta-Feira de Cinzas até Quinta-Feira Santa, excluindo a Missa da Ceia do Senhor, que pertence ao Tríduo Pascal.

Inicialmente durava 3 semanas, mas depois, em Roma, foi alargada a 6 semanas (40 dias), com início no 1º Domingo da Quaresma (Quadragesima die, 40º dia anterior à Páscoa). Que passou depois a designar a duração dos 40 dias do jejum de Jesus no deserto a preparar-se para a vida pública.

Como, tradicionalmente, não se jejua aos Domingos, Dia do Senhor, foi necessário acrescentar alguns dias para se perfazerem os 40. Daí a antecipação do início da Quaresma para a Quarta-Feira de Cinzas.

A cinza recorda o que fica da queima ou da corrupção das coisas e das pessoas. Este rito é um dos mais representativos dos sinais e gestos simbólicos do caminho quaresmal.

Nos primeiros séculos, apenas cumprem este rito da imposição da cinza os grupos de penitentes ou pecadores que querem receber a reconciliação no final da Quaresma, na Quinta-feira Santa, às portas da Páscoa.

A partir do século XI, quando desaparece o grupo de penitentes como instituição, o Papa Urbano II estendeu este rito a todos os cristãos no princípio da Quaresma. As cinzas, símbolo da morte e do nada da criatura em relação a seu Criador, obtêm-se por meio da queima dos ramos de palmeiras e de oliveiras abençoados no ano anterior, na celebração do Domingo de Ramos.

Este Domingo dá início à Semana Santa, que conclui a Quaresma e tem como finalidade a veneração da Paixão de Cristo a partir da sua entrada messiânica em Jerusalém.

Na Liturgia, este tempo é marcado por paramentos e vestes roxas, pela omissão do “Glória” e do “Aleluia” na celebração da Missa, e a igreja recomenda as praticas da oração, jejum e esmola.

Que todos tenham uma Santa Quaresma, baseando-se no tema da C.F. 2011: “Fraternidade e Vida no Planeta”, cujo o lema é: “A criação geme em dores de parto” (Rm - 8, 22),

Fonte parcial: Internet

Lourdes Barbosa.

Dia Internacional da Mulher

Mulher! Levas dentro de ti a semente sagrada que provê a vida. Tu és o mais belo pensamento de Deus. Teu coração é manancial de sabedoria. De teu íntimo brota a força amorosa que nutre, regenera.

Mulher! Ao olhar-te no espelho, reconhece ali a Mãe Divina! Mira-te nela! Toma com dignidade os dons femininos de amor, fidelidade, pureza, sensibilidade, compreensão, delicadeza, generosidade, doçura, abnegação, serenidade e o dom de tudo embelezar.

Mulher! Aumenta ainda mais tua força, apreendendo as virtudes. A regeneração do mundo depende de ti, pois tens o poder de moldar o caráter de um ser, desde o teu ventre e por toda a sua vida.

Mulher! No Dia Internacional da Mulher, dedicado a ti, todos te proclamam como a Senhora da criação e da beleza, e admiram a dádiva que é ser mulher! Que todos seus dias sejam agraciados!

Que todas as mulheres, se sintam abençoadas na graça e no amor de Deus!

Pascom - Santa Terezinha

Missa das Crianças

Como de costume, todo 2º domingo do mês é celebrado a Missa das Crianças, ás 09:30h. Neste mês em especial a missa foi celebrada pelo nosso novo Pároco, Padre José Ricardo, que com sua alegria encantou as crianças passando para elas a importância de serem crianças boas, de coração puro, crianças que sabem da importância de respeitar os mais velhos e principalmente de receber as bênçãos de seus pais.

O Padre recebeu as crianças com balões na porta da igreja, e durante toda a missa teve a participação de fantoches, conversando com as crianças.

A homilia teve uma linguagem mais infantil, porém foi muita clara e objetiva. Com essa grande alegria do nosso Padre José Ricardo, não há dúvida de que as crianças se sentiram muito mais empolgadas e felizes em estarem participando da missa.

Pascom - Santa Terezinha

Veja as Fotos:

CatequInformando

Foi realizado no ultimo domingo dia 06, uma formação sobre a Campanha da Fraternidade 2011, promovido pela nossa diocese. Representantes de todas as paróquias foram convidadas a serem multiplicadores das informações lá recebidas.

O tema: Fraternidade no Planeta, e o lema: A criação geme em dores de parto, nos apela no cuidado com a vida. A Igreja se posiciona, quer que todos os fies cristãos se mobilizem nesta grande chamada da CF 2011.

O assunto do meio ambiente é relevante, lemos em Gn 2, 15 Deus colocou o homem no jardim para o cultivar e guardar. Deus viu que tudo era bom.

Diante da situação atual, vemos o oposto da criação escrito no Genesis: tornados, vendavais, aquecimento global, falta de água, extinção das espécies, fome, êxodo rural, miséria e tantos outros...

Se não agirmos agora, o que será da nossa casa (planeta)? . Sabemos que Deus perdoa sempre, mas a natureza não. Há um descontrole total na natureza feito pelo homem, já são 4 graus no aumento da temperatura.

Como nós cristãos podemos mudar essa realidade?

Todos são responsáveis, precisamos estabelecer uma relação com a natureza, que Deus criou em harmonia.

Temos a obrigação de conscientizar e mudar atitudes. É questão de vida ou morte, esse grito de socorro. O que podemos fazer?

Vamos promover discussões em nossos encontros e pastorais, vamos propor caminhos, coisas simples que podemos fazer, vamos denunciar situações, indicar, apontar aos catequizandos responsabilidades.

Aprendamos a nos educar nos três RRR.

REDUZIR (consumir menos)

REAPROVEITAR ou REUTILIZAR

RECICLAR

Precisamos fazer a diferença abrir a mente e o coração.

Que neste tempo de conversão, aprendamos com São Francisco o exemplo de se relacionar com a natureza, e o utilizemos não só durante a quaresma, mas o tenhamos como propósito de vida.. Deus nos abençoa através das criaturas.

Façamos a nossa parte e conscientizemos o outro também.

Dedique um pouquinho de tempo e leia abaixo algumas dicas

Edilamar

Aniversário do Padre José Ricardo

No dia 02 de Março Padre José Ricardo fez aniversário, mas como dia dois era na quarta feira e ele estaria celebrando nas comunidades rurais, nos reunimos no dia 01 na celebração na Igreja Matriz de Santa Terezinha para celebrarmos com ele e agradecer a Deus mais este ano de vida, e pedir que o abençoe neste próximo ano.

Apesar do pouco tempo em nosso meio, padre Jose Ricardo já nos cativou, ele é doce, amigo, trabalhador, dedicado e muito mais.

Foi uma bonita celebração, com participação de muitos paroquianos.

Desejamos muita paz, saúde e alegrias, que Nossa Senhora o proteja e Santa Terezinha derrame uma chuva de rosas em sua vida. Parabéns!!!

Pascom - Santa Terezinha

Entre na Galeria de Fotos:

Reunião com CCPs

No dia 27 de fevereiro, as 14:00 na Igreja Matriz de Santa Terezinha, Padre Jose Ricardo reuniu-se com os membros dos CCP das comunidades urbanas e rurais da nossa paróquia. Rezou, acolheu a todos e depois juntos estudaram o estatuto Diocesano, verificando as funções dos membros dos CCP, da organização das festas, tentando expor a forma como deseja que trabalhemos para melhor servir a Deus cumprindo o que é traçado pela Diocese.

Revelou ainda que até ao final de seu mandato aqui, se sentirá muito feliz em termos um Centro catequético para nossa paróquia, pois é o que ele acha que precisamos trabalhar para conseguir.

No intervalo tivemos um lanche e um momento de confraternização entre todos, e ao final agradeceu a todos pela presença e nos deu a benção.

Pascom - Santa Terezinha

Veja as Fotos:

Encontro da Pastoral Famililar

Dia 27 de fevereiro nas salas de encontro da Igreja São Cristóvão, foi realizado o Encontro da Pastoral Familiar, com a participação dos agentes das paróquias de Patrocínio e das cidades vizinhas, totalizando uns 40 casais.

José Lucílio, coordenador Diocesano da Pastoral nos deu um curso de formação com informações de como devem ser os trabalhos desenvolvidos pela Pastoral Familiar seus objetivos e campo de atuação.

Após o almoço desenvolveu o tema “Formação de Lideranças” que foi proposto como prioridade na Assembléia Diocesana de 2010 para ser desenvolvida em 2011.

Precisamos trabalhar tendo consciência de uma pastoral Orgânica, não podemos trabalhar sozinhos, todos buscamos trabalhar de acordo com as orientações do nosso pároco e em união com as demais pastorais e movimentos da paróquia.

Pascom - Santa Terezinha

Veja as Fotos:

Comunidade Terapêutica São Vicente de Paulo

Primeira Celebração de Padre José Ricardo na Comunidade Terapêutica São Vicente de Paulo (Colina da Paz).

Veja a Galeria de Fotos:

Veja os Videos:




Mutirão de Confissões

Como de costume este ano teremos também o mutirão de confissões, conforme abaixo relacionado:

Paróquia Nossa Senhora do Patrocínio:

dia 15 de Março de 2011
das 09:00h as 11:00h,
das 14:00h as 17:00h e
das 19:00h as 21:00h.

Paróquia São José:

dia 22 de Março de 2011
das 14:00h as 17:00h e
das 19:00h as 21:00h.

Paróquia São Damião:

dia 29 de Março de 2011
das 14:00h as 17:00h e
das 19:00h as 21:00h.

Paróquia Santa Terezinha:

dia 31 de Março de 2011
das 14:00h as 17:00h e
das 19:00h as 21:00h.

Dias e Horários das Celebrações

Paróquia São José - Patrocínio MG

Segunda-feira, a Sexta-feira:

07:00h da manhã Celebração - Matriz São José

Terça-feira:

19:00h Missa Matriz São José: Benção Enfermos, gestantes e objetos

Quarta-feira:

15:00h 2ª quarta, Missa Santa Casa
19:30h na 1ª e 3ª quarta, Missa Comunidade São João Batista (Jardim Eldorado)
19:30h na 2ª quarta, Missa Comunidade rural Lajinha

Quinta-feira:

19:30h na 1ª quinta, Missa comunidade rural Moreiras
19:30h na 2ªquinta, Missa comunidade rural Santo Antônio da Bocaina
19:30h na 3ªquinta, Missa comunidade rural Santa Luzia dos Barros
19:00h na 4ªquinta, Missa comunidade rural Boqueirão

Sexta-feira:

15:00h Adoração ao Santíssimo na Matriz São José
15:00h Confissões Matriz São José
18:30h Benção Santíssimo
19:00h Missa Matriz São José

Sábado:

19:00h Missa na Comunidade Sagrados Corações

Domingo:

07:30h Missa Igreja Santo Antônio
09:00h Missa Matriz São José - Crianças
17:00h Missa Igreja São Cristóvão
19:00h Missa Matriz São José

Batizados:

1º domingo de cada mês às 10:15h na Matriz São José

Atendimento no Escritório Paroquial:

De Segunda a Sexta:
08:00h às 11:00h e das
13:00h às 17:00h

Aos sábados:
08:00h às 11:00h

Reuniões Mensais na Casa de Catequese


Paróquia São José - Patrocínio MG

1ª terça-feira às 20:00h: Ministros Extraordinários da Sagrada Comunhão e da Palavra

2ª terça-feira às 20:00h: Pastoral do Batismo

3ª terça-feira às 20:00h: Pastoral do Dízimo

4ª terça-feira às 20:00h: Pastoral da Liturgia

3º domingo às 14:00h: C.C.P.s

3º domingo às 15:00h: COPAE

2º sábado às 15:00h: Coordenadores da Catequese

Campanha da Fraternidade e Via Sacra

CAMPANHA DA FRATERNIDADE E VIA-SACRA

Já estão disponíveis em nosso Escritório Paroquial os livrinhos para a celebração da Via-Sacra nas comunidades, como acontecem todos os anos em nossa paróquia.

As comunidades que ainda não pegaram seus livrinhos devem fazê-lo o quanto antes. O importante é que ninguém deixe de participar. Veja abaixo um relato sobre a Campanha da fraternidade deste ano:

Tema: Fraternidade e a Vida no Planeta

Lema: "A criação geme em dores de parto" (Rm 8,22)

Explicação do cartaz da CF 2011

O cartaz possui dois planos. Ao fundo observa-se uma fábrica que solta fumaça, poluindo e degradando o ambiente, deixando o céu plúmbeo, intoxicado e acinzentado.

A figura do rio com a água escurecida e suja representa também a parte natural sendo devastada, influenciando no aparecimento d8S enchentes e no aumento do nível do mar, ações estas provocadas pelo ato errado do homem.

Em contraste a isso, vemos em primeiro plano uma mureta, onde em meio à devastação ainda existe vida. Nela, um pequeno broto e um cipreste (hera), com suas raízes incrustadas, criando um micro ecossistema, ainda insistem em viver mesmo diante de um cenário áspero. Sendo, portanto, referência ao lema: "A criação geme dores de parto" (Rm 8,22).

Apesar de todo o sofrimento que a criação enfrenta ao longo dos tempos, de todos os seus "gritos de dor", a vida rompe barreiras e nos mostra que ainda existe esperança, representada pela borboleta, que mesmo com uma vida curta, cumpre o seu importante papel no ciclo natural do planeta.

A CF 2011 tem por objetivo geral contribuir para o aprofundamento do debate e busca de caminhos de superação dos problemas ambientais provocados pelo aquecimento global e seus impactos sobre as condições da vida no planeta.

Tem como objetivos específicos:

1. Viabilizar meios para a formação da consciência ambiental em relação ao problema do aquecimento global e identificar responsabilidades e implicações éticas.

2. Promover a discussão sobre os problemas ambientais com foco no aquecimento global.

3. Mostrar a gravidade e a urgência dos problemas ambientais provocados pelo aquecimento global e articular a realidade local e regional com o contexto nacional e planetário.

4. Trocar experiências e propor caminhos para a superação dos problemas ambientais relacionados ao aquecimento global.

Quais são as estratégias desta Campanha da Fraternidade:

1. Denunciar situações e apontar responsabilidades no que diz respeito aos problemas ambientais decorrentes do aquecimento global.

2. Propor atitudes, comportamentos e práticas fundamentados em valores que tenham a vida como referência no relacionamento com o meio ambiente.

3. Mobilizar pessoas. Comunidades, Igrejas, religiões e sociedade para assumirem o protagonismo na construção de alternativas para a superação dos problemas socioambientais decorrentes do aquecimento global.

A Igreja toma esses temas como reflexão para servir à sociedade, porque implicam em sofrimento, dores e morte. A Igreja, imbuída da missão de evangelizar, procura levar a luz de Deus àquela situação, para que brote a vida no seio da sociedade.

Deus, à medida que criava o mundo, via que este era bom. E a narrativa da criação conclui: "E Deus viu tudo quanto havia feito e achou que era muito bom". (Gn 1.31),

Que a reflexão sobre a Vida no Planeta possa despertar ainda mais o ser humano para que tenha uma maior consciência em cuidar daquilo que Deus criou com tanto amor.

Casa do Clero

A diocese continua precisando da colaboração de cada um de nós para a construção da Casa do Clero em Patos de Minas, onde pelo que apuramos, já tem dois padres aguardando sua construção, para lá se acomodarem depois de vários anos servindo a nossa Igreja.

Vamos colaborar! O valor pedido é irrisório, mas, se torna expressivo se todos participarem. Para evitar o incômodo da espera, traga de casa o carnê já preenchido e o valor correspondente já trocado. Isto facilitará a todos: a você que contribui, e a pessoa que voluntariamente recolhe a sua contribuição, conforme já dissemos em outras edições deste jornalzinho, mas que vale a pena repetir.

José Donato

Comunidade Santo Antônio da Bocaina

Em janeiro, a comunidade acima nos enviou uma mensagem para ser publicada em nosso jornalzinho, edição de fevereiro, mas, por falta de espaço não foi possível publicá-la naquela ocasião. È uma manifestação de carinho ao nosso até então pároco Monsenhor Izael, que embora com atraso, nos cabe divulgá-la agora em sua íntegra, conforme segue abaixo:

MONSENHOR IZAEL

Hoje a comunidade de Santo Antonio da Bocaina já esta com o coração cheio de saudades, louva o SENHOR que o chamou, consagrou e o enviou a ser LUZ e SAL no meio dos homens. LUZ que todos os dias DEUS ascende em seu coração aquecendo, iluminando e ajudando a conduzirem os homens no caminho do senhor; SAL, que nos faz sentir o gosto pelas coisas de DEUS e alcançarmos a vida eterna.

Agradecemos ao PAI que é DOM e GRAÇA, e que nos concedeu tê-lo conosco neste período, anunciando a palavra de DEUS, amansando nossos corações com suas ricas homilias, tornando presente em nosso meio o milagre da transformação e a partilha do corpo e sangue de CRISTO, enfim com sua bondade e sabedoria foi presença do BOM PASTOR em nosso meio.

Assim lembrando as palavras do PAI em Ex: 23,20. "Vou enviar um anjo a tua frente para que te proteja no caminho e te conduza ao lugar que preparei para ti". E com esta certeza de que o PAI em sua infinita bondade já enviou teu anjo protetor pedimos ao PAI também que o encha de bênçãos para continuar com muita sabedoria a conduzir sou novo rebanho, e nossos irmãos em CRISTO.

Assim em nome da comunidade de Santo Antonio da Bocaina, em meu nome e no nome de minha família, agradecemos por tudo que fez por nos.

Muito Obrigado, Monsenhor Izael!!!

Haroldo Laurindo Gonçalves
Coordenador da CCP.

O Mensageiro - Março de 2011

O Mensageiro - Março de 2011

Orgão Informativo da Paróquia Santa Terezinha e Paróquia São José

Patrocínio MG - Diocese de Patos de Minas

Clique nas Imagens e veja:

quinta-feira, 3 de março de 2011

Missas da Quarta Feira de Cinzas

Missas da Quarta Feira de Cinzas
09/03/2011
Patrocínio MG


Paróquia Nossa Senhora do Patrocínio

07:00h - Matriz Nossa Senhora do Patrocínio
19:00h - Igreja Santa Luzia
19:00h - Igreja Santo Expedito
19:30h - Comunidade Rural de Santo Antônio da Lagoa Seca
20:00h - Igreja São Geraldo


Paróquia São Damião

07:00h - Igreja Matriz Nossa Senhora de Fátima
15:00h - Igreja Matriz Nossa Senhora de Fátima
19:00h - Igreja Matriz Nossa Senhora de Fátima
19:30h - Igreja São Judas
19:30h - Igreja Nossa Senhora da Abadia
19:30h - Igreja Imaculada Conceição
19:30h - Boa Vista
20:30h - Igreja Matriz Nossa Senhora de Fátima


Paróquia Santa Terezinha

07:00h - Igreja São Francisco
19:00h - Igreja Matriz Santa Terezinha
19:00h - Igreja Nossa Senhora do Rosário


Paróquia São José

09:00h - Igreja Matriz São José
19:00h - Igreja Matriz São José

Quarta-feira de Cinzas - Início da Quaresma

A Igreja Católica dá início na Quarta-feira de Cinzas ao período de preparação para a Páscoa. São quarenta dias que antecedem o Tríduo Pascal (Quinta-feira Santa, Sexta-feira Santa e Sábado de Aleluia). Estes quarenta dias são definidos a partir do Domingo da Páscoa, primeiro domingo após a primeira lua cheia do início do outono. A festa da Páscoa era primitivamente um ritual realizado por pastores, que tingiam as entradas das tendas com o sangue de um cordeiro para proteção. Com o êxodo, passa a ser lembrança da libertação do povo hebreu. Para os cristãos a Páscoa é lembrança permanente de que Deus liberta seu povo através de Jesus Cristo, novo cordeiro pascal. A partir do domingo da Páscoa são definidas as outras datas, inclusive o carnaval.

Biblicamente o número quarenta tem um significado importante: foram quarenta anos que o povo hebreu passou no deserto e foram quarenta dias que Jesus passou no deserto em purificação. Por isso, a Igreja conserva a tradição de preparação para a Páscoa com quarenta dias de Jejum, Penitência e Esmola, buscando a plena conversão aos ensinamentos de Jesus de Nazaré.

A Quaresma tem início na Quarta-feira de Cinzas. Nas missas celebradas nas Paróquias e Comunidades, se benzem e impõem as cinzas feitas de ramos de oliveiras ou outras árvores, bentos no Domingo de Ramos do ano anterior. Em procissão, os cristãos e cristãs recebem na fronte um pouco dessas cinzas para expressar o desejo de assumir o processo de conversão que se iniciou no Batismo.

As cinzas querem nos lembrar o quanto somos pequenos. Nosso orgulho, prepotência, bens materiais nada mais são do que cinzas após a morte. Da vida terrena o que levamos são nossas obras, nossas ações, o amor com o qual nos relacionamos com as outras pessoas. Conscientes de nossa pequenez, somos chamados a ser agentes de transformação dessa sociedade desigual.

Muito obrigado pela visita!!!

Clique nas paginas para ver outras matérias.

Seguidores

Total de visualizações de página

Colaboradores


Foto: