sábado, 31 de dezembro de 2011

Mensagem de Ano Novo

Quatro velas estavam queimando ruidosamente,
calmamente.
O ambiente estava tão silencioso que podia-se ouvir o diálogo que travavam.
A primeira vela disse:

- Eu sou a Paz ! Apesar de minha luz as pessoas não conseguem manter-me, acho que vou apagar. E diminuindo devagarzinho, apagou totalmente.

A segunda vela disse:

- Eu me chamo Fé! Infelizmente sou muito supérflua. As pessoas não querem saber de mim. Não faz sentido continuar queimando. Ao terminar sua fala, um vento levemente bateu sobre ela, e esta se apagou.

Baixinho e triste a terceira vela se manifestou:

- Eu sou o Amor! Não tenho mais forças para queimar. As pessoas me deixam de lado, só conseguem se enxergar esquecem-se até daqueles à sua volta que lhes amam. E sem esperar apagou-se.

De repente... Entrou uma criança e viu as três velas apagadas.

- Que é isto? Vocês deviam queimar e ficar acesas até o fim.

Dizendo isso começou a chorar.

Então a quarta vela falou:

- Não tenha medo criança. Enquanto eu queimar, podemos acender as outras velas. Eu sou a Esperança.

A criança com os olhos brilhantes, pegou a vela que restava e acendeu todas as outras...

ESPERO QUE A VELA DA ESPERANÇA NUNCA SE APAGUE DENTRO DE VOCÊ.

Tenha um ótimo Natal e um Maravilhoso Ano Novo.

segunda-feira, 19 de dezembro de 2011

Horários das Missas de Natal e Ano Novo

Paróquia Nossa Senhora do Patrocínio

DIA 24 DE DEZEMBRO (Sábado)
07:00h - Culto Matriz
19:30h - Missa Santa Luzia
19:30h - Missa São Geraldo
19:30h - Missa Matriz
DIA 25 DE DEZEMBRO (Domingo)
07:00h - Missa Matriz
09:00h - Missa Santa Luzia
09:00h - Missa São Geraldo
10:00h - Missa Santo Expedito
15:00h - Missa Capela São Vicente
18:00h - Missa Santa Luzia
19:30h - Missa Matriz
DIA 31 DE DEZEMBRO (Sábado)
07:00h - Culto Matriz
19:30h - Missa Santa Luzia
19:30h - Missa Matriz
19:30h - Missa São Geraldo
DIA 01 DE JANEIRO DE 2012 (Domingo)
07:00h - Missa Matriz
09:00h - Missa Santa Luzia
09:00h - Missa São Geraldo
10:00h - Missa Santo Expedito
12:00h - Missa Capela São Vicente
18:00h - Missa Santa Luzia
19:30h - Missa Matriz

Paróquia São Damião de Molokai
e Quase Paróquia João Paulo II

DIA 24 DE DEZEMBRO (Sábado)
19:00h - Samambaia
19:30h - Nossa Senhora de Fátima
19:30h - São Judas Tadeu
21:30h - Nossa Senhora de Fátima
DIA 25 DE DEZEMBRO (Domingo)
08:00h - Igreja São Sebastião
09:00h - Igreja Imaculada Conceição
09:00h - Comunidade São Vicente de Paulo
10:00h - Igreja Nossa Senhora de Fátima
16:00h - Igreja Nossa Senhora da Cabeça
17:30h - Igreja Nossa Senhora de Fátima
18:00h - Igreja Nossa Senhora da Piedade
19:30h - Igreja Nossa Senhora de Fátima
19:30h - Igreja São Sebastião
DIA 31 DE DEZEMBRO (Sábado)
19:30h - Igreja São Judas Tadeu
19:30h - Igreja Nossa Senhora da Abadia
20:00h - Igreja Nossa Senhora de Fátima
DIA 01 DE JANEIRO DE 2012 (Domingo)
08:00h - Igreja São Sebastião
09:00h - Igreja Imaculada Conceição
09:00h - Santuário Nossa Senhora Aparecida
10:00h - Igreja Nossa Senhora de Fátima
17:30h - Igreja Nossa Senhora de Fátima
18:00h - Igreja Nossa Senhora da Piedade
19:30h - Igreja Nossa Senhora de Fátima
19:30h - Igreja São Sebastião

Paróquia Santa Terezinha do Menino Jesus

DIA 24 DE DEZEMBRO (Sábado)
20:00h - Igreja Matriz Santa Terezinha
DIA 25 DE DEZEMBRO (Domingo)
08:00h - Igreja São Francisco
09:30h - Igreja Nossa Senhora Aparecida
18:00h - Igreja Matriz Santa Terezinha
DIA 31 DE DEZEMBRO (Sábado)
20:00h - Igreja Matriz Santa Terezinha
DIA 01 DE JANEIRO DE 2012 (Domingo)
08:00h - Igreja São Francisco
09:30h - Igreja Nossa Senhora Aparecida
18:00h - Igreja Matriz Santa Terezinha

Paróquia São José

DIA 24 DE DEZEMBRO (Sábado)
19:00h - Igreja Sagrados Corações
20:30h - Igreja Matriz São José
DIA 25 DE DEZEMBRO (Domingo)
07:30h - Igreja Santo Antônio
09:00h - Igreja São Cristóvão
19:00h - Igreja Matriz São José
DIA 31 DE DEZEMBRO (Sábado)
19:00h - Igreja Sagrados Corações
20:30h - Igreja Matriz São José
DIA 01 DE JANEIRO DE 2012 (Domingo)
07:30h - Igreja Santo Antônio
09:00h - Igreja São Cristóvão
19:00h - Igreja Matriz São José

Editorial - Dezembro 2011

    Chegou o Natal.

    Este mês, estamos vivendo o Natal, passamos pelo Advento e agora o momento mais especial da vida do Cristão é viver o nascimento de Jesus Cristo.

    O verdadeiro Natal nunca muda, pois não muda também a compreensão do que é o Natal na alma dos cristãos de verdade. Nessas almas, mais do que o consumismo, mais do que a figura do Papai Noel.

    No presépio se conta tudo, Tudo está lá bem resumido. Mas o povo olha as pequenas figuras e não compreende o que significa que um Menino nos foi dado, que um Filho nasceu para nós. A Virgem Maria, Mãe de Deus adorando seu Filhinho que é o Verbo de Deus encarnado, envolto em panos. São José, contemplando o Deus Menino tiritante de frio, à luz de uma tosca lanterna.

    No Natal de Cristo, tudo mostra como Ele era Deus e homem ao mesmo tempo. Como já lembramos, Ele nasceu de uma mulher, para provar que era homem como nós. Nasceu de uma Virgem, para provar que era Deus.

    Deus é o Supremo Senhor de todas as coisas. Ele é o Soberano Absoluto a quem devemos tudo. E para reconhecer que Ele é a fonte de todos os bens que temos é que devemos levar-Lhe em oferta o melhor do que temos.

    Meus irmãos e irmãs viver a nossa espiritualidade para que assim busquemos a paz e o amor de Deus e assim vamos entender o sentido do Natal, por isso um maravilho e abençoado Natal.

    Deus abençoe e proteja a todos!!

Pe. José Ricardo Lucas de Lima
Paróquia Santa Terezinha.

Mensagem de Ano Novo

Mais um ano chega ao fim, é tempo de refletir e agradecer. Refletir por tudo que passamos, que fizemos ou deixamos de fazer, momentos de alegrias, tristezas e dificuldades que vivemos, também é hora de agradecer por mais um ano que se passou e por tudo vivemos durante esse tempo.

É tempo de repensar valores, de ponderar sobre a vida e tudo que a cerca. É momento de deixar nascer essa criança pura, inocente e cheia de esperança que mora dentro de nossos corações. É sempre tempo de contemplar aquele menino pobre, que nasceu numa manjedoura, para nos fazer entender que o ser humano vale por aquilo que é e faz, e nunca por aquilo que possui.

Também é tempo de refazer planos, reconsiderar os equívocos e retomar o caminho para uma vida cada vez mais feliz, afinal, teremos outras 365 novas oportunidades de dizer à vida, que de fato queremos ser plenamente felizes.

Que neste novo ano, você e sua família sintam mais forte ainda o significado da palavra amor, que traga raios de luz que iluminem o seu caminho e transformem o seu coração a cada dia, fazendo que você viva sempre com muita felicidade.

Que passamos realmente viver o que se costuma dizer todo início de ano: “Ano Novo, vida nova”

Pascom

Natal - 2011

Há muito tempo atrás, um anjo anunciou para Maria que ela daria a luz a Jesus, o filho de Deus, então José e Maria que era sua esposa saíram da cidade de Nazaré, para irem até outra chamada Belém.

Ao chegarem a Belém, procuraram abrigo para passar a noite, mas todos os lugares estavam cheios e não havia mais lugar para eles. Maria estava para ter o bebê, então um homem arrumou uma estrebaria, lugar onde ficavam os animais, para que pudessem passar a noite. E foi ali que o menino Jesus nasceu.

Ninguém podia imaginar que o Nosso Salvador poderia nascer em um lugar tão simples e pobre. Muitos pensavam que o Salvador viria com muitas luzes, raios e trovões; mas Ele nasceu na humildade e simplicidade de uma estrebaria.

E ainda hoje, Maria e José ainda batem de porta em porta pedindo um lugar para que o Menino Jesus possa nascer. E essas portas são as portas dos nossos corações. Jesus quer nascer no coração de cada um de nós.

Na correria do dia-a-dia, muitas vezes esquecemo-nos de colocar Jesus onde ele deve sempre estar: no centro da nossa vida. Mas, hoje Deus proporciona mais um Natal para cada um de nós. E olhando Jesus tão pequenino no presépio, vamos lembrar-nos de todos os nossos irmãos necessitados: os pobres, os doentes, os idosos abandonados em asilos, as crianças em orfanatos, os desabrigados,...

Vamos tomar o exemplo de Maria que cuidou de Jesus pequenino, e o que precisamos fazer é apenas estender a mão para aqueles que precisam de nossa ajuda. A partir deste gesto, o Natal estará apenas começando na sua vida e na vida de muitas pessoas.

Faça do seu coração um presépio vivo, cheio de amor e tenha um Feliz Natal!

Pascom

CatequInformando

    Com a graça de Deus, estamos finalizando os encontros catequéticos e também as celebrações de Primeira Eucaristia em nossa paróquia.

    Foram realizadas diversas missas de Primeira Eucaristia nas comunidades rurais e uma celebração urbana.

    Mais de uma centena de crianças foram preparadas ao longo de dois anos para o momento tão especial: o primeiro encontro com Jesus Eucarístico.

    Acreditamos e desejamos que pela eficácia do Sacramento essas crianças estabeleçam a amizade com Jesus e o busquem constantemente na Ceia Eucarística, participando na sua comunidade.

    O envolvimento da família (que deve ser Igreja domestica) é fundamental, incentivando e participando com os filhos na comunidade.

    Esse com certeza é o maior bem, a maior riqueza que os pais podem dar aos filhos, o testemunho da fé.

    É na Eucaristia que Jesus está presente cotidianamente, VIVO.

    Que nossas crianças cresçam na fé, alimentando desse Pão Vivo.

    Pois foi o próprio Jesus que disse: “Deixai vir a mim as criancinhas, pois dela é o reino dos céus”

    Na fidelidade a Jesus é que construiremos um reino de verdadeiro amor e fraternidade, superando os contra valores, que sufocam e ameaçam as famílias.

    Incentivemos nossas crianças na amizade com Jesus, continuando nos encontros catequéticos de perseverança, porque só tem um jeito das famílias derem certo.

    Esse jeito tem um nome que se chama JESUS CRISTO!

    Ele vem renovando tudo Deus menino, que te chama.

“Abre tua porta, que alguém está batendo

Abre tua porta, que alguém está nascendo

É Jesus que vem a ti

Por que não respondes?

Por que tu te escondes?

Impedes Jesus de renascer!”

Edinha

Vejam a Galeria de Fotos – 1ª Eucaristia:

Caça Palavras

Encontre no quadro, os nomes em negrito de algumas comunidades de nossa cidade: Sagrada Família, Santa Edwiges, Santa Terezinha, Santo Antônio, Santo Expedito, São Francisco, São Geraldo, São José, São Judas e São Sebastião

Confraternização

Confraternização entre as Paróquias de Patrocínio.

    No dia 12 de dezembro estiveram reunidos na Chácara Val Café os Padres e funcionários(as) das Paróquias de Patrocínio. Paróquia Nossa Senhora do Patrocínio, Paróquia São Damião de Molokai, Paróquia Santa Terezinha, Paróquia São José e a quase Paróquia João Paulo II.

    Foi um momento de confraternização e muita alegria da parte de todos. Fica o nosso agradecimento aos Padres que estiveram presentes e tiveram esta iniciativa.

Funcionários(as) das Paróquias

Novenas de Natal

A Novena de Natal é uma oportunidade gostosa, que temos a cada ano, quando nos aproximamos do Natal. Nesta época nos reunimos em grupos para rezar, meditar a Palavra de Deus, exercitar nossa caridade para com o próximo, conversar e fazer uma auto avaliação de como temos vivido, o que fizemos de bom neste ano e o que precisa ser melhorado, para o próximo ano.

Fazemos a novena em nossa rua, nosso grupo de amigos, entre nossas famílias, nas pastorais, nos movimentos e outros grupos que quiserem se reunir e rezar.

Com o livrinho da Novena, que nos leva a refletir sobre como anda nossa fé, nosso compromisso com o Reino de Deus, com nosso próximo, como anda nossa disponibilidade para com as coisas de Deus, como anda nossas pastorais, nossa comunidade. E finalmente juntos com Jesus formarmos uma grande família, nossos corações são curados e buscaremos viver melhor o ano que se inicia.

Pascom

Papa vem ao Brasil

Vaticano confirma data da visita do Papa Bento XVI ao Rio de Janeiro

    O Vaticano confirmou no dia 13 de dezembro, a data da visita do Papa Bento XVI ao Rio de Janeiro: será entre os dias 23 e 28 de julho de 2013, por ocasião da realização da Jornada Mundial da Juventude (JMJ) Rio2013, que reunirá jovens de todo o mundo na cidade maravilhosa. A data oficial foi decidida durante a reunião entre o Pontifício Conselho para os Leigos (PCL), que é o Comitê Organizador Central da Jornada, e a comissão do Comitê Organizador Local (COL) do Rio, que está em Roma.

    Estão participando pelo COL o presidente da comissão e arcebispo do Rio, dom Orani João Tempesta, os dois bispos auxiliares que acompanham mais diretamente a Jornada, dom Antônio Augusto Dias Duarte e dom Paulo Cezar Costa, monsenhor Joel Portella Amado, da coordenação geral, e os padres Márcio Queiroz, responsável pela Comunicação, e Renato Martins, responsável pelos Atos Centrais.

    Entre as questões estão sendo tratadas está também a escolha da logomarca da JMJ Rio2013. Um concurso foi realizado para a escolha do símbolo oficial e mobilizou pessoas de todo o Brasil e de outros países que enviaram seus trabalhos ao COL. Os melhores desenhos foram selecionados e levados pela Comissão ao PCL, que escolheu a logo finalista. Segundo Dom Orani João Tempesta, em breve será anunciada a data para apresentação oficial da logo.

Pascom

Cantinho do Coração de Jesus

MUDANÇA DE ENDEREÇO

    Eu sei que o seu endereço era este: arredores de Belém, talvez zona rural; próximo a um curral, na presença de boi, vaca, cavalo, galo e até de algumas ovelhas. Deitado num coxo de alimentar animais...

    Foi lá que o Rei nasceu... Envolto em panos e faixas, nada de roupinhas, terninho, casaco, sapato, nada! Se não tinha nada de material, tinha, por outro lado, tudo que precisava: seu pai “José”, homem justo e bom, sua mãe “Maria”, mulher escolhida, preparada por Deus Pai desde que nascera, pura, imaculada, completa e perfeita.

    Sob a guarda, proteção, zelo, cuidado, afagos e carinhos de seus pais, ali estava aquele menino feliz, entre talvez um choro, uma mamada, uns gritinhos, os pezinhos balançando de alegria!

    Alegria que tinha razão de ser: bem ao alto de sua cabecinha, pairava uma grande estrela a anunciar ao mundo todo que a luz chegara... para todos. Ele quis nascer onde não houvesse muros, grades, e até portões eletrônicos. Nasceu em uma gruta sem portas, à disposição de todos.
    Nasceu criança frágil, pobre e carente, porque ele é “o Emanuel”, “Deus conosco” . E foi colocado numa manjedoura para se fazer “comida”.

    É impressionante o fato de que, enquanto os homens empregam todos os meios para destruir a vida, o próprio Autor da vida nasce em uma manjedoura, fazendo-se Alimento de Vida!

    O nascimento de Jesus também nos ensina outras coisas: Ele nasceu na periferia do poder político para que entendêssemos que não é a força do poder, seja ele qual for, que nos salva; na periferia do poder intelectual para que compreendêssemos que a sabedoria que nos engrandece não consiste no muito saber, mas no entender, no acolher e no saber amar; na periferia do poder religioso, para que todos aqueles que se encontram às margens de tudo possam recebê-Lo como “coisa sua”.

    Na verdade, o nascimento de Jesus rompeu todos os nossos esquemas! Todos nós precisamos aprender urgentemente a acolhê-Lo como Senhor e Rei, que é o que Ele é. E é este Deus, este Rei, que 2.011 anos depois, volta a procurar um lugar para se renovar a alegria de sua chegada.

    No lugar daquela estrebaria de Belém, Ele vê agora, em meio a tanta tecnologia, tanto desenvolvimento, a sua casa, a minha casa, o seu rosto, o meu rosto. José e Maria vêm com Ele, observando, escolhendo, o melhor lugar, o ambiente mais adequado, mais “amoroso”, para nascer o AMOR, a LUZ de que tanto o mundo necessita.

    Ele quer mudar de endereço agora. Serei eu ou será você, a romper com tudo, se for preciso, a assumir, com alegria, atitudes diferentes, que nos comprometam com a vida, e vida plena para todos. Que possamos assumir com coragem mais este Natal.

    Vem, Senhor Jesus! Vem nascer e morar em minha casa!

    Vem reinar soberano em minha vida! Em minha família!

    Então me comprometerei em partilhar o seu novo endereço com todos. Parabéns, Jesus, por mais este aniversário!

    Tenham todos um feliz, santo e abençoado Natal!

Um abraço amigo,
Maria José da Silva Alfredo

Entrevista a Pastoral do Dízimo

    Amigos e Amigas em Jesus Cristo, nessa entrevista temos a alegria de partilhar um bate papo com a Maria Aparecida da Silva, da Pastoral do Dízimo da comunidade Santa Terezinha. Nossos agradecimentos, e que o Natal do Senhor abençoe e proteja nossas famílias.

Natanael Oliveira Diniz
( Comunidade Santa Terezinha)

    1-Qual a função da pastoral do dízimo?

    A pastoral do dízimo tem a função de acolher com carinho e alegria todos os dizimistas que nos procuram para fazer a devolução do dízimo, cadastro ou qualquer outro esclarecimento.

    2-Sabemos da importância de contribuir para as ações da comunidade. Como é administrado os recursos do dízimo?

    O recurso do dízimo é administrado para as reformas das igrejas, compra de objetos sagrados. exemplo: cálice, âmbulas, hóstias, vinho, velas, despesas da casa paroquial, catequese, água, luz, telefone, escritório paroquial, funcionários, entre outros.

    3-A pastoral tem uma coordenação? Como é feita as reuniões?

    Sim temos, e as reuniões são feitas todos os primeiros domingos de cada mês, tratando de assuntos relacionados a pastoral e em seguida temos alguns minutos de Adoração ao Santíssimo Sacramento.

    4-Atualmente a pastoral tem muitos membros? Como é ajudar na pastoral do dízimo?

    Somos 22 membros e temos uma escala de dois membros que se responsabilizão pelo plantão do dízimo em cada celebração.

    5- Conte-nos sua trajetória pessoal na pastoral do dízimo. Qual sua avaliação?

    Minha trajetória na pastoral do dízimo iniciou no dia 09 de março de 2004. Graças a Deus é uma pastoral bem formada com membros capacitados, ungidos de honestidade e responsáveis. Enfim, é muito gratificante, sempre falo que é e somos " A Família Dízimo".

    6-Quais são seus santos de devoção?

    Santa Terezinha, Nossa Senhora Aparecida, Jesus Misericordioso, entre outros.

    7-Deixe-nos sua mensagem.

    Que todos aqueles que ouvirem o chamado a ser dizimista procurem o plantão do dízimo ou o escritório paroquial e faça sua inscrição; pois assim como Deus partilhou conosco seu Filho, e Jesus partilhou conosco sua vida, devemos partilhar também um pouco do que temos. Afinal, a casa do Pai precisa de alimento. A todos (as) um Feliz Natal, e um Ano Novo repleto de saúde, paz, e alegria.

Pascom

Sagrada Família

SAGRADA FAMÍLIA DE NAZARÉ

    Natal é a festa da Família por excelência, como podemos constatar nestes dias natalinos.

    Jesus quis nascer e crescer numa família humana; teve a Virgem Maria como Mãe e José como pai, que o educaram com imenso amor. Eis porque a família de Jesus merece ser chamada “santa”, totalmente imbuída do desejo de cumprir a vontade de Deus, encarnada na adorável presença de Jesus.

    Esta é uma família como todas as outras: modelo de amor conjugal, de colaboração, de sacrifício, de confiança na Providência divina, de trabalho e de solidariedade. “Trata-se de uma família que mantém e promove todos os valores do núcleo familiar, contribuindo para a formação do tecido da sociedade”.

    A Família de Nazaré é única, diversa de todas as outras, pela sua vocação singular, ligada à missão do Filho de Deus. Eis porque, hoje, agradecemos a Deus, mas também à Virgem Maria e a São José, que com tanta fé e disponibilidade cooperaram com o desígnio salvífico do Senhor.

Pascom

As Cores dos Paramentos Litúrgicos

A liturgia sagrada da Igreja tem uma linguagem simbólica muito expressiva, através das cores. As cores propriamente litúrgicas são seis: branco, vermelho, verde, roxa, rosáceo e preto. Em alguns lugares, por privilégio, usa-se o azul celeste na festividade da Imaculada Conceição.

- Branca: Resultado de todas as cores juntas, simboliza a pureza e a alegria. É usada em todas as festividades de Nosso Senhor (excetuadas as da Paixão), que é a Luz do mundo; nas festas de Nossa Senhora, dos anjos e dos santos não-mártires.

- Verde: Simboliza a esperança. É adotada nos domingos que seguem a festa da Epifania, até à Setuagésima; e após o Pentecostes, até o Advento.

- Vermelha: Simboliza o fogo do amor, da caridade ou do martírio. É adotada nas festividades do Espírito Santo da Santa Cruz e dos Santos Mártires.

- Roxa: Simboliza a penitência e a contrição. Usa-se no tempo da Quaresma e do Advento.

- Rosácea: Simboliza a alegria, dentro de um tempo destinado à penitência. Usa-se no 3º. domingo do Advento e no 4º. domingo da Quaresma.

- Preta: Simboliza o luto, dor e tristeza. É usada na Sexta-feira Santa e nas Missas de defuntos, quando a Igreja chora, respectivamente, a morte de Nosso Senhor Jesus Cristo e a dos seus filhos espirituais.

Tempo do Advento

    “Anunciai a todos os povos: Deus vem, nosso Salvador”. Antífona que escutamos na abertura do Tempo do Advento e que ressoa durante todo o Ano Litúrgico. “Deus vem”, é um presente contínuo, ou seja, uma ação que sempre acontece, em qualquer momento “Deus vem”.

    O Advento é um tempo de renovada esperança e de alegre espera da vinda de Jesus. Possui dupla característica: um tempo de preparação para as solenidades do Natal, em que se comemora a primeira vinda do Filho de Deus entre os homens. É também um tempo em que se voltam os corações para a expectativa da segunda vinda de Jesus, no fim dos tempos.

    O tempo litúrgico do Advento é formado por quatro semanas, entre a festa de Cristo Rei e o Natal e dá início ao Ano Litúrgico. Nas duas primeiras semanas somos chamados a vigiar, esperando a vinda gloriosa do Salvador. Nas duas últimas semanas, lembrando a espera dos profetas e de Maria, somos convidados a nos preparar para celebrar - fazer memória, tornar presente - em nossa vida e em nossa história o nascimento de Jesus em Belém.

    Um símbolo que pode nos ajudar a entender e viver o sentido do Advento é a Coroa do Advento, que é feita de um círculo de ramos verdes, simbolizando o amor infinito de Deus para com todos os povos. As quatro velas colocadas no círculo e acesas, uma a cada semana, nos lembram a luz de Deus que vem ao mundo para iluminar nossa existência e nossa história. As cores das velas podem ser: Roxa, no primeiro, segundo e quarto domingos, nos convidando a purificar nossos corações para acolher o Cristo que vem. Rosa: no terceiro domingo e nos chama à alegria, pois o Senhor está próximo. As cores das velas acompanham as cores dos paramentos litúrgicos usados nas celebrações do Advento: roxo e róseo.

    Também pode se usar na coroa as velas: roxa, rosa, verde (esperança) e vermelha(o amor de Deus).

    Sendo o Advento um tempo de forte espiritualidade aproveitemos para aplainar, não só os nossos caminhos, mas, especialmente a nossa vida, endireitando o nosso modo de ser e de viver para que as alegrias do Natal possam continuar ao longo da nossa caminhada neste mundo.

Um Santo e Feliz Natal a todos!
Lourdes Barbosa.

         

A Bíblia: Palavra de Deus

    Na Bíblia está contida a Palavra de Deus. Ela é o testemunho escrito do Amor de Deus pelo homem expresso na história da salvação. A história da salvação é a história do Amor de Deus pelo homem. Nela temos o testemunho de que Deus ama infinitamente o ser humano. A história da salvação é uma história real, onde Deus relaciona com o homem como duas pessoas se relacionam.

    Para acreditar nesta realidade misteriosa da revelação de Deus na história é preciso ter fé. O povo de Deus do Antigo Testamento e do Novo Testamento, bem como o Magistério da Igreja, dá testemunho desta realidade maravilhosa. Deus sempre quis o bem do ser humano. Quando Adão pecou Deus veio ao seu encontro e lhe diz: “Onde estás?” (Gn 3,9). “Quando, porém chegou a plenitude do tempo, enviou Deus o seu Filho, nascido de mulher, nascido sob a lei, para resgatar os que estavam sob a lei, a fim de que recebêssemos a adoção filial (Gl 4,4). Deus quer nos conceder a alegria de permanecer no seu caminho, por isso nos deixou como que uma “Carta, que fala de seu amor por nós, para nos guiar até ele” como diz São Jerônimo.

    A Palavra de Deus não é uma palavra qualquer, mas é o próprio Cristo. Cristo é a Palavra criadora pela qual Deus criou o mundo e o homem. Até mesmo as nossas palavras têm força criadora. Por causa de uma palavra que alguém diz; alguém pode ser processado; alguém pode se encolerizar. Também alguém pode ficar muito alegre por uma palavra bem falada.

    Quanto devemos alegrar por saber que a verdadeira Palavra de Deus Pai - Jesus Cristo - se revelou a nós e deu a sua vida a fim de nos conduzir à felicidade eterna! Se a palavra de Deus é criadora, ela cria em nós os mais sublimes sentimentos de amor, alegria e paz. Só temos que nos abrir a ela.

    O que estamos fazendo para que a Palavra de Deus aja em nossa vida? Nenhum de nós pode viver sem a Palavra. O segredo é nunca parar no meio do caminho. A nossa caminhada de fé foi iniciada no Batismo pela fé de nossos Pais e Padrinhos; agora cada um de nós tem que seguir em frente. Saiba que Deus não abandona aqueles que procuram seguir no seu caminho: “Aliás, sabemos que todas as coisas concorrem para o bem daqueles que amam a Deus” (Rm 8,28a). Procure conhecer a Bíblia e lê-lá frequentemente. Pois a Bíblia é a Palavra de Deus e esta Palavra, que é ação (O termo Dabar, 'palavra' em hebraico, significa fato, ação, acontecimento) vai agir em sua vida em direção à felicidade que você busca.

    Deus criou o homem para ele ser feliz. O desejo de felicidade que existe no coração de todo ser humano foi colocado pelo próprio Deus ao cria-lo. Deus, ao criar o homem coloca nele o seu Espírito de vida (cf. Gn 2,7). Assim, a felicidade e a vida do homem consiste em viver junto de Deus. São João nos diz no seu Evangelho: “Disse-vos estas coisas para que a minha alegria esteja em vós, e a vossa alegria seja completa (Jo 15,11). Que busquemos sempre esta felicidade que está em Deus.

    Sigamos o conselho do grande apóstolo Paulo: “Toda Escritura é inspirada por Deus, e útil para ensinar, para repreender, para corrigir e para formar na justiça” (2Tm 3,16).Leiamos, meditemos, estudemos e amemos a Sagrada Escritura cada vez mais.

José Antônio Ramos, Seminarista do 3º ano de Teologia
Seminário Maior “Dom José André Coimbra” Patos de Minas.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

O Mensageiro - Dezembro de 2011

O Mensageiro - Dezembro de 2011

Órgão Informativo da Paróquia Santa Terezinha

Patrocínio MG - Diocese de Patos de Minas

Clique nas Imagens e veja:

   

   

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011

Festa em Louvor a Santa Luzia

Paróquia Nossa Senhora do Patrocínio

Patrocínio MG

Festa em Louvor a Santa Luzia

de 02 a 13 de Dezembro de 2011

Veja a programação:

Muito obrigado pela visita!!!

Clique nas paginas para ver outras matérias.

Seguidores

Total de visualizações de página

Colaboradores


Foto: