sexta-feira, 18 de maio de 2012

2º Congresso Diocesano da Pastoral Vocacional

Espiritualidade da Pastoral Vocacional.

Dia 03 de Junho de 2012, das 08:00h as 15:30h, no Seminário Menor Monsenhor Josias Tolentino de Araújo, em Patrocínio MG

Venha participar conosco deste encontro:

08:00h - Recepção e café

09:00h - Colocação de Pe. Eduardo

11:00h - Colocação do Seminarista Iram

13:45h - Colocação

14:15h - Trabalho em setor

15:30h - Encerramento com a celebração presidida por Dom Cláudio.

A Pastoral Vocacional não vive só de encontros e formações, mas da oração, da palavra de Deus e a eucaristia, por isso, se faz necessário trabalhar a espiritualidade!

“Como o Pai me amou, também eu vos amei a vós,

permanecei no meu amor.” Jo 15,9

SAV - Serviço de Animação Vocacional

quinta-feira, 17 de maio de 2012

Editorial - Maio 2012

    O mês de maio é tradicionalmente dedicado à Maria. Em consonância com a Igreja, caminharemos também nessa devoção especial oferecendo ao longo do mês nas santas missas as coroações dedicadas à Mãe de Deus. A mais popular dentre as orações marianas, a Ave Maria tem o seu texto dividido em três partes: a primeira corresponde à saudação do anjo Gabriel à Maria, por ocasião da Anunciação de Jesus. A segunda, traduz a saudação de Isabel, quando visitada por Nossa Senhora. E a última, acrescentada pela Igreja, como forma de afirmação da devoção mariana.

    Celebramos também neste mês a festa de Pentecostes, durante 40 dias tivemos a oportunidade de viver a presença de Jesus Ressuscitado em nosso meio. O Espírito Santo nos foi prometido e concedido pelo próprio Jesus no dia de sua Ressurreição: Recebei o Espírito Santo (Jo 20,22). Jesus havia-o já anunciado quando afirmou: Quando vier o Espírito da Verdade, ele vos conduzirá à verdade plena (Jo 16,13). Mas foi no Pentecostes que o Espírito foi derramado sobre os Apóstolos e sobre toda a comunidade (At 2,1-13). A presença do Espírito Santo nas pessoas e na comunidade eclesial se torna perceptível principalmente através de seus dons e carismas, concedidos a todos e a cada um para a unidade da Igreja (Ef 4,1-7). Essa variedade de dons é resumida pela Igreja na doutrina dos sete dons: sabedoria, entendimento, ciência, conselho, piedade, fortaleza e temor de Deus. É bom que reflitamos brevemente sobre cada um deles.

    Peçamos a Nossa Senhora que cubra com o seu manto a nossa vida e nossa caminhada de Igreja e pelos Dons do Espírito Santo sejamos capazes de viver a busca da santidade.

    Deus abençoe a todos!!!

Pe. José Ricardo Lucas de Lima
Paróquia Santa Terezinha.

V Boi no Rolete

No dia 10 de junho nossa paróquia Santa Terezinha realizará o 5° Boi no Rolete, no “Rotary Club Patrocínio Brumado dos Pavões” a partir das 12:00h, e haverá show com a dupla Adalto e Adriano.

A entrada será no valor de R$ 12,00

O almoço será servido das 12:00h as 15:00h e não será servido marmitex.

Venha participar conosco!

Adquira seu ingresso no Escritório Paroquial, HT Calçados e com os membros de pastorais da paróquia, não deixe para o dia, pois a venda é limitada.

Pascom

Veja o Cartaz:

“Estar Perto de Deus é a Minha Felicidade”

    Este foi o tema escolhido por Padre José Luís para sua Ordenação Sacerdotal. Mais uma vez nossa Diocese de Patos de Minas esteve em festa, pois nasceu mais um padre. Dia 1º de maio de 2012, às 9:00 horas daquela manhã fria e chuvosa, sinal de vida que brota da Terra, tivemos a grande alegria de participar da Santa Missa de Ordenação Sacerdotal do Padre José Luís, na bonita e acolhedora cidade de Alto Rio Doce, situada nas belas montanhas do sul de Minas Gerais.

    A Ordenação foi presidida por nosso Bispo diocesano, D. Cláudio e contou com a presença do Pároco da Paróquia São José, daquela cidade e dos padres e seminaristas da diocese de Patos de Minas, familiares e amigos de José Luís. Se grandioso era o motivo da festa, sem medida foi o carinho com que as pessoas se empenharam nos preparativos: em tudo se via um toque de Amor. O local, os arranjos, a celebração, a acolhida, a farta alimentação para todos, e era muita gente!!!... O sorriso estampado no rosto de cada um!...

    Para a alegria dos paroquianos de Santa Terezinha, Padre José Luís virá iniciar sua missão, em nossa Paróquia, junto a nosso pároco, Padre José Ricardo. Seja bem-vindo!Que a Palavra de Deus possa atravessar toda a sua vida, gerando nela a verdadeira imagem de Cristo Pastor. E que seus fiéis, através de sua alegria, descubram também onde está a verdadeira felicidade!

    Que Deus lhe conceda a graça de perseverar no serviço do Reino, e por seu ministério e sua vida, promover, em Cristo, a glória do Pai!

    Parabéns, Padre José Luís! Receba o nosso carinho!

Lourdes Barbosa (Pastoral Familiar)

Galeria de Fotos:

*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*

Ao Padre José Luís

I
Entre serras nasceste,
A natureza te criou.
Pés descalço cresceste,
A Mãe Terra te criou!

II
Enquanto a terra trabalhavas,
Teu coração Deus cultivou.
Nas asas do Espírito voavas,
E em fiel servo Ele te tornou!

III
Bendito o ventre que te gerou,
Benditas mãos que te cuidaram.
Ao Santo Espírito que te chamou,
Nossos louvores se elevaram!

IV
Como grão de trigo que cai,
E na terra e morre,
Hoje, em Cristo, tu és trigo:
E do teu “Sim”, nova fonte de vida corre!

V
Tu és sacerdote para sempre,
Segundo a ordem de Melquisedec.
O Senhor te abençoe e te guarde,
Na Luz, na Fé e na Santidade!

VI
Te acolhemos com carinho,
Somos ovelhas, és pastor.
Mostra-nos o caminho,
Seguiremos, com amor!

Ordenação do Padre José Luís

    Pela graça e misericórdia de Deus e os mais puros méritos de Cristo Crucificado e Ressuscitado, dia primeiro de maio, dia de São José Operário e na sociedade, dia do Trabalhador, em Alto Rio Doce (Zona da Mata-MG), foi ordenado Sacerdote, José Luís de Araújo Paiva. Este grande e ao mesmo tempo humilde jovem, juntamente de Deus, da Virgem de Nazaré, do Bispo diocesano de Patos de Minas, e quase todo o clero da diocese de Patos de Minas, padres da diocese de Luz, de Mariana, e juntamente com uma multidão de pessoas que foram naquela pacata e singela cidade (Alto Rio Doce), para tão linda, piedosa e emocionante celebração, rezaram com muita alegria.

    Era contagiante a alegria da família do Neo Sacerdote José Luís. O mesmo já tem um irmão padre, e agora mais um Sacerdote de Cristo e da Igreja, naquela mesma família. Só Deus! Quanta emoção, não somente para a família, mas também para todo o povo de Deus que marcou presença e também aqueles que não puderam ir, mas que de longe rezaram, alegraram-se e agradeceram a Deus por tamanha dádiva a todos nós católicos.

    O Neo Sacerdote entrou para o seminário propedêutico em Lagoa Formosa em outubro de 2001. Chegou para completar a minha turma. Dezenove de Janeiro de 2002, chegávamos ao Seminário Maior em Patos de Minas, para os cursos de Filosofia e Teologia. Tivemos muitos desafios, mas graças a Deus, vencemos juntos. Padre Ivan, ordenou-se primeiro, mas éramos da mesma turma. O jovem José Luís pediu dois momentos para reflexão sobre sua vocação. Por isso, que veio a ordenar depois de dois anos após eu ter ordenado. Tempo fecundo de reflexão e oração, para uma santa e irreversível resposta a Cristo e a Igreja de Deus.

    Parabéns Padre José Luís. Obrigado pelo seu espírito pacificador e franciscano. És capaz de cortar volta longa, para não pisar em uma formiguinha, criatura de Deus! Só Deus mesmo, para fazer uma pessoa tão maravilhosa como você! Obrigado pela amizade e pelo seu tempo que passou conosco no seminário Menor. O povo da diocese de Patos de Minas que te conhece, vos Ama Demais! Deus o abençoe por tão lindo sim e missão!

Padre Ivan José Ribeiro.

Galeria de Fotos:

Unindo Povos

    A comunidade São Francisco, se fez presente na cidade Alto Rio Doce, no dia 1º de maio, participando da Ordenação Sacerdotal, do Neo-Sacerdote José Luís de Araújo Paiva.

    É mais um jovem, que se desapega das vaidades do mundo, e diz "SIM" a missão de servir o reino de Deus, provando que a Igreja de Cristo permanece viva, cumprindo a missão que Jesus deu a Pedro: levar sua igreja ao mundo.

     Enquanto participava da bonita celebração de ordenação, naquela cidadezinha, sobre as montanhas de Minas Gerais, com um povo tão bom e hospitaleiro, pensava: só mesmo Jesus Cristo para fazer isso. Unir pessoas que nunca se viram antes, num só coração, celebrando jubilosos tão significante acontecimento.

    Para nossa paróquia, essa ordenação é muito importante, pois é mais um sacerdote que vem para somar e auxiliar nosso pároco, Padre José Ricardo.

    Parabéns, Padre José Luís. Te acolhemos de braços abertos, pedindo que nosso padroeiro São Francisco abençoe ricamente seu sacerdócio. Que o senhor seja muito feliz entre nós.

    Obrigado pelo seu "SIM".

Comunidade de São Francisco

Galeria de Fotos:

Caça Palavras

Encontre no quadro, as palavras: abril, amado, apenas, batismo, campanha, coelho, confinado, damião, dever, diocese, evangelista, expedito, fátima, jornada, juntos, maio, maria, ministério, molokai, ordenação, pais, pascal, pastoral, patrocínio, pentecostes, rolete, sacra, salitre, tempo, vigiando, vinho.

Festa em Louvor a Santos Reis

Festa em louvor a Santos Reis acontece dia 20 de Maio

     A Paróquia Santa Terezinha, a Comunidade de Santos Reis e a Associação dos Missionários do Oriente realizarão a Festa em Louvor a Santos Reis na estrutura da Gruta próxima ao Cristo Redentor na Serra do Cruzeiro, no dia 20 de maio.

    Inicialmente, a festa seria realizada no mês de janeiro, mas um dos organizadores e o presidente da Associação dos Missionários do Oriente, Belchior Leonel, sofreu um acidente causando o adiamento da festa.

    A partir das 08:00h, começa a montagem do Presépio Vivo, as 12:00h será servido o almoço com o valor de R$ 7,00; ás 15:00h Missa e Procissão. As 17:00h acontece o leilão de bezerros, em seguida mais folias e o final da festa será ás 19:00h com a coroação do Rei e da Rainha de 2013. Durante todo o dia, teremos apresentação de folias de Patrocínio e de toda a região.

Pascom

Nossa Senhora da Abadia

Imagem de Nossa Senhora da Abadia chega a Patrocínio no dia 8 de junho

     A Comunidade São Vicente de Paulo, da Paróquia Nossa Senhora do Patrocínio está aguardando para o mês de junho a visita da imagem de Nossa Senhora da Abadia, vinda da cidade de Romaria (Água Suja).

    A imagem chega a Patrocínio no dia 8 de junho as 08:30h no Posto Rota do Sol e logo em seguida será realizada uma carreata até a Capela do Asilo São Vicente. Durante todo o dia haverá visita ao Santíssimo Sacramento e a Imagem de Nossa Senhora da Abadia. A imagem vai ficar na cidade até o dia 10 de junho com as atividades sendo encerradas com á Santa Missa ás 15:00h.

    "Agora vos invocamos em devota melodia, Levai aos céus nossos votos, Ó Senhora da Abadia" (retirado do Hino de Nossa Senhora da Abadia).

Pascom

O Adeus a Frei Geraldo Luiz

    Foi com grande comoção, que recebi no dia 05 de maio, a notícia da morte de Frei Geraldo Luiz Machado. Com certeza, na comunidade Nossa Senhora do Rosário, na paróquia Santa Terezinha em Patrocínio e na Ordem Franciscana, está ficando uma lacuna, pois Frei Geraldo, com sua humildade, simplicidade, compromisso, serviço e disponibilidade, muito representava para todos.

     Eu, que tive o privilegio de conhecer Frei Geraldo desde menino, na Escola Estadual Irmã Gislene, ser sua professora, conviver com ele, posso dizer do grande homem e maravilhoso ser humano que ele foi. O seu jeito tímido de ser, a sua bondade, responsabilidade, respeito e a forma amável com que tratava a todos, dentro da escola e na comunidade sempre será lembrado.

    Sempre teve o desejo de seguir a vida religiosa, ideal que perseguiu com garra e determinação.

    Muito me honrou, quando ele veio me convidar para participar da celebração dos votos da ordem na Igreja Santa Terezinha. Sua felicidade era imensa e a alegria estampada em seu rosto.

     Frei Geraldo tinha tudo a ver com São Francisco: riqueza espiritual, alegria, humildade, simplicidade, caridade e um grande amor a Jesus.

    É uma grande perda. Mas nos conforta saber, que com certeza, ele se encontra no céu, nos braços de Deus Pai e no colo de Maria Santíssima.

    Sabemos também, que nunca morre, aquele que permanece vivo em nossos corações. E você Frei Geraldo, estará sempre vivo em nossos corações e lembranças.

    Para você agora, só a saudade e nossas orações.

    Para seus familiares, sua querida mãezinha, seu amado pai, irmãos e irmãs, sobrinhos e sobrinhas, cunhados e cunhadas, o nosso profundo sentimento de pesar. A força e a união de vocês e a certeza de que o céu está em festa, por receber o filho tão bondoso e amado, os ajudará a superar tão grande dor.

    Como São Francisco, você sempre nos cumprimentava com a “PAZ e BEM”. Essa paz e o bem que você semeou, com certeza gerarão bons frutos.

    Saudades...

Geralda Luiza Romão - Comunidade São Francisco

Missa na Paróquia São José

No dia 03 de maio, a Paróquia Santa Terezinha se fez presente com seus paroquianos, na Igreja São José, celebrando a missa das 19:00h, dentro das festividades comemorativas a este grande santo, padroeiro daquela comunidade e paróquia, e também em louvor a Maria, Mãe de Deus.

Foi uma bonita e fervorosa celebração, presidida pelo pároco da paróquia Santa Terezinha, Padre José Ricardo que com o entusiasmo e carinho, que lhe são peculiares, falou da alegria de estar presente na paróquia coirmã e poder fazer este intercâmbio, tão importante entre paróquias e sacerdotes. Neste dia, o Padre José Marcos, pároco da paróquia São José, a quem chamou de irmão, celebrou a missa das 19:00h, na Igreja Matriz de Santa Terezinha. E essa união, entre os padres e as paróquias é muito bonita e enriquece o sentido de "ser" da verdadeira Igreja de Cristo.

A celebração Eucarística foi animada pelo Coral Som de Paz, da paróquia Santa Terezinha. Os ministros homenagearam São José e juntamente com a comunidade Nossa Senhora do Rosário, coroaram Maria, Mãe de Deus e nossa Mãe. Foi uma singela, porém carinhosa e bela homenagem.

A paróquia Santa Terezinha foi muito bem acolhida e agradece de coração a oportunidade de estar celebrando e compartilhando das festas dos padroeiros das paróquias da nossa querida cidade, e neste dia, do nosso querido São José.

Como disse o Padre José Ricardo em sua homilia, que São José é pai de Jesus na terra, portanto é nosso pai também.

São José, continue abençoando ricamente sua paróquia, e a todos nós, seus devotos e filhos adotivos.

Pascom

Veja a Galeria de Fotos:

CatequInformando

    Como formação para os catequistas esse ano, a coordenação diocesana de catequese propôs o estudo da Bíblia.

    Tema muito oportuno, quando a catequese tem na sua base a SAGRADA ESCRITURA.

    Ela está acima de qualquer manual ou material catequético, e deve ser aplicada, oferecida, anunciada, desnudada aos catequistas e catequizandos.

    Daí percebe-se o quanto a maioria dos católicos até mesmo catequistas tem dificuldades com a Bíblia.

    Poucos sabem e têm resistências a alguns textos e livros bíblicos.

    Um material muito rico de estudo bíblico, no formato de pequenos cadernos organizado por Terezinha Cruz, autora de diversas obras bíblico-catequética, estão disponibilizados para serem estudados pelos catequistas de toda diocese.

    A proposta é que todos os catequistas tenham conhecimento da PALAVRA DE DEUS, discutam, reflitam e apliquem na catequese.

    Em nossa paróquia estamos tentando realizar essa proposta. Esse estudo está sendo realizado nas comunidades, para facilitar o acesso e fortificar o grupo.

    Temos recebido respostas positivas dos que participam, mas, infelizmente alguns acham desnecessários (se acham!) e não valorizam nem priorizam tais estudos!

    O catequista que age assim, não deveria estar na catequese, porque é impossível anunciar aquilo que não se conhece, porque estaria anunciando TUDO, menos a JESUS CRISTO e a sua IGREJA.

    São Paulo em Coríntios destaca que o pregador não deve ser um exibido em busca de prestigio. Diz “estive junto de vós com fraqueza e receio, e com muito tremor”.

    Isso não é deficiência, é consciência de que a mensagem é maior que o mensageiro. E o texto diz o motivo dessa atitude:

    “para que a vossa fé se baseasse no poder de Deus e não na sabedoria humana.”

    Sempre temos que nos perguntar: Somos seguidores de quem?

    A catequese tem um desafio enorme, só com boa vontade não dá para ser catequista, precisamos ir além, buscar nos estudos oferecidos, oportunidades exclusivas de formação e espiritualidade.

    Muitas vezes não nos damos conta do quanto nossas explicações teológicas, mesmo as melhores, são precárias. Deus não cabe na sabedoria humana.

    E estudando as cartas de São Paulo vemos o quanto ele é mais sábio, reconhecendo o que não sabe:

    “O que Deus preparou para os que amam é algo que os olhos jamais viram, nem os ouvidos ouviram....”

Edinha

Congresso Provincial da Pastoral Familiar

    No dia 1º de Maio após a posse de Dom Paulo (Uberaba), aconteceu uma reunião entre os coordenadores das dioceses de Patos de Minas (Evandro e Dirce ) Uberlândia e Uberaba, Hélio Jorge (Secretário da Pastoral Familiar Leste II), Pe. Moacir (Assessor da Pastoral Familiar), que representava Dom Tarcísio que e diretor espiritual leste II.

     Foi sugerido datas para a realização do congresso da Província em Patos de Minas, ficando definidas algumas atribuições para cada diocese.

    Em reunião com Dom Claudio quinta feira dia 03/05, ficou confirmado para dias 03 e 04 de Novembro de 2012 a data para realização do Congresso Provincial da Pastoral Familiar.

    No dia 02 de Junho as 09:00h da manhã teremos uma outra reunião com estes coordenadores diocesanos para que possamos adiantar mais a programação do Congresso, será realizada no Seminário Maior em Patos de Minas.

    Reforçamos o convite aos membros da comissão diocesana com a presença na reunião do dia 02/06 em Patos de Minas no Seminário.

    Confirmando a da data do Congresso Provincial da Pastoral Familiar, dias 03 e 04 de Novembro de 2012

    Sagrada Família de Nazaré!!!

    Abençoai e Santificai as nossas Famílias e dai-nos Saúde e Paz!!!

Pastoral Familiar

Posse de Dom Paulo Mendes

Ginásio Marista Diocesano ficou lotado durante a posse do novo arcebispo de Uberaba.

     Na manhã do dia 1º de maio, Dom Paulo Mendes foi empossado como novo arcebispo de Uberaba, em cerimônia no ginásio do Colégio Marista. A celebração contou com a participação de aproximadamente cinco mil fiéis, 80 caravanas vindas das 54 paróquias da arquidiocese e a participação da banda do 4° Batalhão da Polícia Militar e do coral da Arquidiocese de Uberaba, regido pelo padre Fabiano Roberto.

     Feliz com a receptividade dos uberabenses, Dom Paulo disse trazer sua experiência para colocar a serviço da comunidade. Além dos fiéis, quinze bispos e o arcebispo metropolitano de São Paulo, Dom Odilo Scherer, participaram da posse. “Sou um bispo que ouço muito, porém não me omito em tomar decisão. Primeiro, não sou centralizador, gosto de valorizar a iniciativa e a riqueza das lideranças, mas sou de acompanhar estas ações no sentido de garantir o bom funcionamento das pastorais. Entendo que, com minha experiência, poderei colaborar ainda mais para a caminhada dos católicos do Triângulo Mineiro”, afirma Dom Paulo, cuja característica é manter distanciamento da omissão e do autoritarismo.

quarta-feira, 16 de maio de 2012

Dia das Mães

Em Maio celebramos o Dia das Mães, celebrar as mães é celebrar a vida, é celebrar sua presença amorosa no lar, presença que acolhe, cuida, educa e ajuda a crescer.

No Dia das Mães queremos cumprimentar e agradecer a todas as mulheres deste imenso Brasil que assumem e vivem com dedicação e responsabilidade sua vocação materna, que se realiza de diversas maneiras, seja no cuidado dos próprios filhos, seja na acolhida e adoção de outros, seja na vida consagrada, que, ao renunciar a maternidade biológica, pelo Reino de Deus, não abdica da maternidade espiritual, mas a realiza ao entregar toda a vida ao serviço de tantas crianças.

Deus Pai, por intercessão de Nossa Senhora, derrame suas bênçãos sobre todas as mães do nosso Brasil.

Que Maria abençoe todos os lares do Brasil para que sejam igrejas domésticas, onde se vive o amor, a fé, a união e a paz.

Pascom

Maio Mês de Maria

Maio, o mês da alegria e do amor, é o mês dedicado a Maria, mãe de Jesus e nossa mãe. Maria é esperança, é ternura e solidariedade, é bondade e amor. É o veículo direto que nos comunica com seu Filho. É nossa intercessora. A ela, confiamos nossas fraquezas, nossos sofrimentos, nossas limitações, nossas alegrias e agradecimentos.

O colo de Maria é maternal. Nele, encontramos abrigo e consolo. Maria nos conforta e nos acalenta.

A presença da Virgem Maria em nossas vidas é real. Maria nos guia a cada momento. É mãe cuidadosa e amorosa com seus filhos. Assim, também, devemos ser com nossos filhos, semelhantes à Maria. Trata-los com carinho sob nossa orientação e cuidados, mesmo que tenhamos que nos esforçar em certas ocasiões.

Devemos ser fiéis à Mãe de Deus, oferecendo nossas orações, aflições, angústias e tendo-a em lugar especial e respeitoso em nossas vidas.

Maria nos abençoa e solidifica nossa fé em seu Filho amado. Com Maria firmamos nosso elo de união com Jesus Cristo.

Não podemos esquecer-nos do SIM de Maria! O SIM do verdadeiro e Santo Amor. Precisamos pedir um pouco da sua coragem, para darmos o “SIM” necessário à realização do Plano de Deus em nós.
O Sim da Virgem Maria a coloca em plena disponibilidade ao Criador. Sem pensar nas consequências, faz a sua entrega, entrega total de prova de amor.

Maria foi o maior exemplo de fé, de certeza, fidelidade ao Pai.

Renuncia sua própria vida de jovem comum e assume o principal papel na História Universal, o de Mãe de Deus.

Sejamos como Maria, Mães amáveis, mães responsáveis, mães em regime integral. As mães precisam ser Mães como Maria, acalentando seus filhos, educando-os e amando-os, dentro dos princípios morais, éticos e religiosos.

Pascom

O Mensageiro Entrevista

Entrevista Pastoral do Batismo

    Amigos e Amigas em Jesus Cristo, esse mês temos a entrevista com a Maria José da Silva Alfredo, leiga atuante em nossa paróquia e que faz parte da Pastoral do Batismo. Nossos sinceros agradecimentos, e que Nossa Senhora a ilumine com seu manto de amor e lhe dê muita paz e coragem para continuar fazendo esse belo trabalho.

Natanael Oliveira Diniz - Comunidade Santa Terezinha

1) Qual a função da Pastoral do Batismo?

    É dar apoio, acompanhar e preparar pais, padrinhos e até batizados fora da idade, até o dia do Batismo.

2) Toda pastoral tem suas dificuldades, anseios. Quais são os desafios da Pastoral do Batismo?

    Creio que o maior desafio que enfrentamos é o fato de receber Pais e Padrinhos que não têm uma caminhada de fé. Em geral, na sua maioria, são católicos afastados da Igreja e dos Sacramentos.

3) Conte-nos sua experiência de fé na Pastoral.

    A gente acredita no que faz e, portanto, faz com muito amor e boa vontade. É muito gratificante perceber a participação interessada de Pais e Padrinhos nos trabalhos realizados com a Bíblia, durante a preparação.

4) Quais são seus santos de devoção?

    Sou grata a todos eles mas, em especial, cito Nossa Senhora, Santa Terezinha e São José.

5) Como são feitas as reuniões da Pastoral? Existe formação? Explique-nos.

    Elas acontecem a cada bimestre, e oferecem-nos momentos de estudo, reflexão, aprofundamento e partilha de experiências.

6) Qual a sua avaliação da Pastoral do Batismo?

    Acredito que o fato de concentrarmos nossos trabalhos em um só dia (sempre no segundo sábado), torna a preparação mais produtiva e mais centrada. Em nossa Paróquia a procura pelo Cursinho de Preparação é sempre grande e o resultado é sempre bom, Graças a Deus.

7) Deixe-nos sua mensagem.

    O encontro de Preparação para o Batismo tem por finalidade ajudar Pais e Padrinhos a desempenhar melhor a missão de serem verdadeiramente cristãos. O Batismo nos faz testemunhas de Cristo; e isto vale para mim, para você, não só hoje, mas, para sempre!

Cantinho do Coração de Jesus

GRATIDÃO E CARINHO

    Ah! quanta alegria em acolhermos o neo-sacerdote José Luís em nossa Paróquia!

    Bendizemos e agradecemos ao Senhor Deus, pela vocação que Ele plantou em seu coração; pelos seus pais e familiares que o entregaram tão confiantemente à obra do Reino de Deus; pelo seu espírito de doação, de dedicação, de solicitude e principalmente, de humildade; pela bondade de nosso Deus e do Bispo Dom Cláudio em destinar este novo “missionário” para somar forças com o nosso Pároco Padre José Ricardo e, juntos, realizarem o bem de toda a nossa Paróquia.

    É verdade, Padre José Luís, que o senhor não vem a trabalho, mas essencialmente em MISSÃO, pois, do sacerdote não se diz que trabalha, mas que se entrega, se dedica totalmente a arrebanhar almas, cativando-as, curando-as sempre que preciso for, santificando-as com o seu exemplo, testemunho, e por que não dizer com o jeito próprio de ser “um outro Cristo”?

    Pedimos ao Espírito Santo que inunde todo o seu ser, todas as suas ações e reações, todo o seu ministério, levando-o a cumprir fielmente cada dia, a missão para a qual Nosso Senhor o destinou. E que Santa Teresinha, nossa amada Padroeira, que tanto bem quer e faz aos sacerdotes, seja sua fiel companheira de todos os momentos, juntamente com Nossa Senhora e o glorioso São José.

    Todos nós paroquianos, comungamos com o senhor o trecho escolhido do Salmo 73, 28: “estar perto de Deus é a minha felicidade”, e escolhemos com carinho, um trecho da 2ª Carta de Paulo a Timóteo: “proclama a Palavra, insiste oportuna ou inoportunamente, convence, repreende, exorta com toda paciência e com a preocupação de ensinar. Por ela, o homem de Deus se torna perfeito, capacitado para toda boa obra”. (2 Tm 3, 17 4,2). É o que cremos.

    Desde já o acolhemos e o abraçamos com muito carinho. Conte conosco!

    Um forte abraço,

Maria José da Silva Alfredo.

Pentecostes

    Neste mês de maio, a Igreja comemora o dia de Pentecostes, a vinda do Espírito Santo.

    O dia de Pentecostes é comemorado cinquenta dias após a comemoração da páscoa. Pentecostes é uma palavra que vem do grego e significa quinquagésimo. No antigo testamento, pentecostes era uma festa judaica. Em êxodo 23, 14-17 é chamada a festa da Colheita, a festa dos primeiros feixes de trigo colhidos. Em êxodo 34, 22 é chamada a festa das semanas, calculava-se sete semanas depois do início da colheita do trigo.

    No tempo de Jesus, recordava o dia em que Moisés recebeu no Monte Sinai as tábuas da Lei. Na narração do Pentecostes nos Atos dos Apóstolos (At 2), o Espírito Santo repousa sobre os discípulos em forma de línguas de fogo e eles começam a falar em outras línguas como o espírito os concedia que falassem.

    Hoje também nós somos chamados a receber o Espírito Santo no sacramento do Batismo, quando também somos incorporados na Igreja e nos tornamos autênticos cristãos. E somos convidados a confirmar o espírito Santo no sacramento da Crisma. Na Crisma recebemos os sete dons do Espírito Santo. São eles:

***    Sabedoria - nos leva a buscar os reais valores da vida e o verdadeiro conhecimento de Deus.

***    Inteligência - nos leva a compreender as verdades da salvação.

***    Ciência - nos dá a capacidade de descobrir, inventar formas para salvar o ser humano e a natureza.

***    Conselho - é o dom de ajudar e orientar quem precisa.

***    Fortaleza - é o dom de tornar as pessoas fortes e corajosas para enfrentarem as dificuldades da vida e da fé.

***    Piedade - é o dom que nos coloca em uma atitude de filhos buscando um diálogo com Deus.

***    Temor de Deus - este dom nos dá a consciência de quanto Deus nos ama e nós também devemos corresponder a esse amor.

    Em suma, o Espírito nos une como irmãos membros da Igreja, a qual Jesus é a cabeça e nós somos os membros. Também por meio do Espírito santo somos chamados a ser testemunhas do Reino de Deus a todos os nossos irmãos para que formemos em Cristo uma igreja cada vez mais santa e fiel ao chamado que Deus nos faz.

Douglas Henrique dos Reis Ribeiro, seminarista do 2º ano de Filosofia
“Seminário Maior Dom José André Coimbra” de Patos de Minas.

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Os Dogmas de Maria

    A palavra dogma é usada na Igreja para referir-se às declarações explícitas de algumas verdades de fé. Na sua etimologia, esta palavra vem do termo grego Dokeo e remete ao termo “decisão”. Assim sendo, relaciona-se na Igreja com uma “decisão” tomada por ela diante de uma controvérsia sobre determinado assunto de fé. Principalmente nos primeiros séculos da Igreja foi preciso que o magistério (os que são responsáveis por velar pelas verdades de fé - os bispos e o papa) declarasse explicitamente alguns dogmas diante das dúvidas que surgiram sobre as verdades de fé.

    Na verdade, a declaração explícita do dogma é somente para confirmar o que já está implícito na fé da comunidade. Podemos dizer então que o dogma já existe mesmo antes de ele ser proclamado explicitamente. Os dogmas são verdades de fé imutáveis que, uma vez proclamados, não podem ser contestados. Quem se opõe a uma verdade de fé proclamada explicitamente é considerado um herege, ou seja, um opositor à verdade revelada. Dessa forma, o dogma se revela como um “caminho” seguro pelo qual os cristãos podem trilhar as vias do Céu.

    Para declarar um dogma, a Igreja utiliza dos dados da Escritura Sagrada e da Tradição, ou seja, da bíblia e do que a comunidade vai professando como verdade de fé na sua vivência diária. Dos muitos dogmas que a Igreja já declarou, principalmente no início da Igreja, quatro são de Maria. Os dogmas de Nossa Senhora declarado pela Igreja são estes: a Maternidade divina de Maria; a Virgindade de Maria; a Imaculada Conceição de Maria; a Assunção de Maria.

    O dogma da Maternidade divina revela que Maria é Mãe de Deus. Este dogma foi proclamado no ano de 431 no concílio de Éfeso, (uma cidade da Ásia Menor). Diante de algumas contestações, as quais diziam que Maria era Mãe apenas do Jesus-Homem e não de Jesus-Deus, o concílio afirmou que Maria é mãe de Jesus-Deus e de Jesus-Homem. A explicação é a de que Jesus tem duas naturezas, a humana e a divina, ambas unidas, mas não confundidas ou misturadas. Assim, sendo Maria Mãe de Jesus, humano e divino, é também Mãe de Deus. A solenidade de Maria Mãe de Deus é celebrada no dia 1 de Janeiro.

    Pelo dogma da Virgindade de Maria afirmamos que Maria é sempre virgem. Ela foi virgem antes do parto, durante o parto e depois do parto. O dogma da virgindade de Maria se afirmou Junto com a Maternidade de Maria, também se afirmou no concílio de Éfeso. Esta era uma verdade que já vinha sendo afirmada muito tempo antes pelos santos padres (os padres e bispos dos primeiros séculos da Igreja). Este dogma está muito ligado com o Maternidade divina; foi sendo afirmado como verdade sendo mais claro o pronunciamento do sínodo de Latrão (649). Este dogma consiste em considerar de forma singular a maternidade de Maria, pois ela não foi mãe só de Jesus-Homem, mas de Jesus enquanto humano e divino. A festa da natividade de Maria é celebrada no dia 8 de setembro.

    O dogma da Imaculada Conceição de Maria afirma que ela é concebida sem pecado. Imaculada significa “sem mancha”, sem pecado; conceição significa que ela foi concebida, ou seja, nascida assim (sem pecado). O papa Pio IX, tendo em vista que já era uma verdade professada na Igreja, proclamou este dogma no dia 8 de dezembro de 1854. Por ser Mãe de Jesus Redentor e, por isso, co-Redentora junto com ele, Maria foi preservada de todo pecado, inclusive do pecado original. A solenidade imaculada conceição de Maria é celebrada no dia 8 de dezembro.

    O dogma da assunção de Nossa Senhora professa a fé no fato de que Maria foi assunta ao Céu, isto é, elevada ao Céu. Significa que Maria foi elevada de corpo e alma à Glória do Céu pelo poder de Deus. Este dogma foi proclamado no dia 1 de novembro de 1950; é, portanto, o mais recente. Maria, Mãe de Deus, Virgem e Imaculada foi elevada ao Céu de corpo e alma: este dogma está muito ligado aos outros e confirma a grandeza da dignidade de Maria. A solenidade da Assunção de Nossa Senhora é celebrada no dia 15 de Agosto.

    Todos estes dogmas de Maria confirmam a fé da Igreja naquela que mereceu ser venerada de forma singular. Por ser a Mãe do Filho de Deus, Maria foi proclamada Mãe de Deus, Virgem, Imaculada e Assunta ao Céu, onde todos esperamos estar um dia. Os dogmas de Maria nos animam no caminho rumo ao Céu. A devoção à Maria deve render a ela toda a veneração que ela merece, mas sem perder de vista que ela é criatura como nós. Por fim os dogmas de Nossa Senhora revelam quão digna é Maria por ter aceitado o chamado de Deus para ser a Mãe de Jesus, o Salvador. Também é um convite a cada um de nós para procurarmos assemelhar cada vez mais a ela e assim merecer o Céu.

José Antônio Ramos, seminarista do 4º ano do curso de teologia
Seminário Maior “Dom José André Coimbra” de Patos de Minas.

sexta-feira, 11 de maio de 2012

O Mensageiro - Maio de 2012

O Mensageiro - Maio de 2012

Órgão Informativo da Paróquia Santa Terezinha

Patrocínio MG - Diocese de Patos de Minas

Clique nas Imagens e veja:

  

  

(Obs: para visualização das imagens em tamanho maior, clique com botão direito do mouse, e em abrir nova janela ou nova aba, quando a imagem abrir clique onde você quer ampliar).

sexta-feira, 4 de maio de 2012

Festa em Louvor a Santo Expedito

Paróquia Nossa Senhora do Patrocínio

Festa em Louvor a Santo Expedito

de 04 a 13 de Maio de 2012

Padroeiro do Bairro Enéas Ferreira de Aguiar

Veja o Cartaz da Festa:

(Obs: para visualização da imagem em tamanho maior, clique com botão direito do mouse, e em abrir nova janela ou nova aba, quando a imagem abrir clique onde você quer ampliar).

quarta-feira, 2 de maio de 2012

Ordenação Sacerdotal Padre José Luís de Araújo Paiva

Solene Concelebração Eucarística, da Ordenação Presbiteral do Padre José Luís de Araújo Paiva, pela imposição das mãos e oração consecratória do Exmo. Revmo. Dom Cláudio Nori Sturm, Bispo da Diocese de Patos de Minas - MG.

Dia 01 de maio de 2012, às 09:00 horas, na cidade de Alto Rio Doce - MG.

Padre José Luís de Araújo Paiva

Veja a Galeria de Fotos:

Muito obrigado pela visita!!!

Clique nas paginas para ver outras matérias.

Seguidores

Total de visualizações de página

Colaboradores


Foto: